Volta MENU                                        Volta ÍNDICE POETAS AMIGOS



NA SOLIDÃO
(Yara Nazaré - 05/04/2012)


O silêncio cala profundo
No espaço do infinito
Suga da consciência a emoção.


Quero ouvir as vozes
Ver e ouvir os sorrisos
Sem a solidão de estar aqui
Sem você meu amor, ao meu lado
Tenho por companhia só as estrelas
Mudas no seu formato, não escutam
O eco da minha voz a clamar.


Quem dera preencher o vazio
Que tudo em minha volta expressa
Na consequência do momento silente
Pois tudo ao meu redor se cala.



Quem dera pudesse encontrar
Força, coragem e continuar
Ter esperança no que existe
E quem sabe poder um dia
Meu coração de novo alegrar!



* * * * * *

 

 

 


 


Obrigada, pela visita!
Yara Nazaré